quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Cerimônia de Entrega do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo


Empoderamento feminino. Foto: divulgação ONH-U São Paulo.

A cerimônia de entrega do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo, foi realizada no último dia 20 de agosto no Auditório Prestes Maia do Palácio Anchieta de São Paulo. 


Personalidades em destaque. Foto: divulgação ONH-U São Paulo.

A noite de gala da premiação emocionou todo o público que prestigiou o evento, realizado na cidade de São Paulo,  e voltado para o reconhecimento público do trabalho humanitário de notáveis personalidades do Estado de São Paulo em quinze categorias distintas.


Celebrando o trabalho humanitário no Estado de São Paulo. Foto: divulgação ONH-U São Paulo.


Da esquerda para a direita, Leonardo Ugolini, Jam Pawlak, Rosely Ugolini e Gilberto Natalini, foto: divulgação ONH-U São Paulo.


Da esquerda para a direita, Lia Diskin, Jam Pawlak, Rosane Fagotti, Ayr Quaglio, Nicola Margiotta Junior e Conceição Dante. Foto: divulgação ONH-U São Paulo.  

O Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo é uma realização da Comissão da Mulher Brasil-Itália da Organização Neo Humanitarismo Universalista, em parceria com o Deputado Italiano Fábio Porta, Presidente do Comitê Permanente para os Italianos no Mundo e Promoção do Sistema País, e o Vereador Gilberto Natalini, Presidente da Comissão da Verdade da Câmara Municipal de São Paulo. A Curadoria do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo, é de Jam Pawlak, Fundadora e atual Presidente da Organização Neo Humanitarismo Universalista. A Madrinha oficial do Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher do Estado de São Paulo, é Rosely Ugolini, idealizadora do consagrado Prêmio Excelência Mulher da Fraternidade Aliança Aca Laurência.

Agradecimentos especiais  à Madrinha do Prêmio Anita Garibaldi, Rosely Ugolini, ao Cerimonial de Luciana Feldman e ao poeta italiano Franco Luperi, que encantou o público com seus poemas.




sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Inspiração Para o Trabalho Humanitário, #TheWorldNeedsMore #HumanitarianHeroes #WorldHumanitarianDay


Elas fazem a diferença no Estado de São Paulo. 

Conheça  as biografias em síntese das Vencedoras do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo:

Anita  Kaufman Schuartz

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Empoderamento Feminino.

Presidente Honorária da União Brasileiro-Israelita do Bem Estar Social, UNIBES.
O trabalho voluntário de Anita Schuartz  iniciou-se há 50 anos, em 1963, na articulação da   Organização Feminina Israelita de Assistência Social, OFIDAS, atualmente denominada União Brasileiro-Israelita do Bem Estar Social, UNIBES; na qual exerceu cargos de diretora e vice-presidente de várias áreas da instituição, incluindo a Presidência da UNIBES por três gestões, e a Presidência do Conselho Deliberativo da UNIBES por duas gestões.                     
Presidente  do Conselho Deliberativo da Federação Israelita do Estado de São Paulo.
Membro do Conselho Deliberativo do Hospital Albert Einstein de São Paulo.
Membro do Conselho Estadual Parlamentar das Comunidades de Raízes e Culturas Estrangeiras, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, CONSCRE, e Coordenadora da Comissão de Ação Social do referido Conselho por 3 anos.
Conselheira da Sociedade Amigos do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.
Conselheira do Conselho Nacional pela Promoção da Igualdade Racial, CNPIR, representando a  Confederação Israelita do Brasil, CONIB, por 3 anos.
Membro da comissão organizadora da I Conferência Nacional pela Promoção da Igualdade Racial, Conapir, em Brasília.
A pedido da Comissão da Mulher Brasil-Itália da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U, Anita Schuartz, fará a oração oficial de saudação às personalidades vencedoras do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo.
Representa a cidade de São Paulo.   


Conceição Dante

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Difusão do Livro e da Leitura.

Coordenadora do Programa Nacional de Incentivo à Leitura, PROLER,  Núcleo Baixada Santista, com sede na Universidade Santa Cecília. Foi homenageada como Mulher do Ano 2013 pelo Movimento de Arregimentação Feminina, MAF, de Santos.
Graduada em Ciências, Biologia e Pedagogia, com pós-graduação em Metodologia para o Ensino Superior, com atualização anual pela Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.
Em 2004, assumiu a Coordenação do Programa Nacional de Incentivo à Leitura,  PROLER.
Em 2006, o PROLER passou a chamar-se PROLER Baixada Santista, congregando os nove municípios da região, fomentando prêmios e incentivando professores, alunos, ONG’S e comunidade em geral a imergir no mundo da leitura, propiciando o acesso aos livros e a difusão da leitura no Litoral Sul do Estado de São Paulo.
Conselheira do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, COMMULHER, de Santos, representando a Universidade Santa Cecília, UNISANTA.
Membro do Movimento de Arregimentação Feminina, MAF, Mulheres que fazem.
Vencedora  do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher da Cidade de Santos, na área de Cidadania & Incentivo a Leitura, Edição Dia Internacional Da Mulher 2014, outorgado pela Coordenadoria de Políticas para a Mulher da Secretaria de Defesa da Cidadania de Santos, Comissão Permanente da Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Santos e Comissão da Mulher Brasil-Itália da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U.
Vencedora do Prêmio Mérito Feminino concedido pelo Rotary Club de Santos em 2011.
Condecorada com a Medalha da Biblioteca Nacional, em 2008.
Representa a cidade de Santos.

Gilze Maria Costa Francisco

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Saúde da Mulher.

Fundadora do Instituto Neo Mama de Prevenção e Combate ao Câncer de Mama em 2001, e atual Presidente da entidade, sem fins lucrativos, voltada para o enfrentamento da doença, possibilitando a reabilitação e readaptação total da mulher portadora de câncer de mama.
Idealizadora do site www.cancerdemama.com.br
Enfermeira e Paciente de câncer de mama.
Apresentadora do Programa de TV Um Toque Pela Vida.
Presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo, Gestão 2014-2015.
Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Da Cidade de Santos, na área de Saúde da Mulher, Edição Dia Internacional Da Mulher 2014, outorgado pela Coordenadoria de Políticas para a Mulher da Secretaria de Defesa da Cidadania de Santos, Comissão Permanente da Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Santos e Comissão da Mulher Brasil-Itália da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U.
Condecorada com o Certificado de Honra ao Mérito “Vozes Femininas em Prol dos Direitos Humanos” em 2011, durante as Comemorações do Centenário do Prêmio Nobel de Química concedido para Maria Sklodowska-Curie em 1911; certificado outorgado pelo Consulado Geral da República da Polônia em São Paulo, e Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U.
Representa a cidade de Santos.

Irmã Gregória Roman Oliva

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Inclusão Social.

Pertence a Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu Scalabrinianas. No dia 16 de julho de 2014, completou 43 anos de vida consagrada.
 Durante esse período, atuou em várias cidades do interior de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, como irmã missionária, sempre em favor dos menos favorecidos.
Em 1997, assumiu a Coordenação do Centro Scalabriano de Promoção do Migrante, CESPROM, localizado no bairro do Cambuci, na cidade de São Paulo, uma obra destinada aos migrantes, principalmente às mulheres,  que buscam uma qualificação profissional através dos cursos de  Informática, Manicure, Panificação, Corte e Costura, Modelagem, Depilação e Design de Sobrancelhas, todos voltados à profissionalização, que tem por objetivo a inclusão social.
A atual missão do CESPROM, diante da nova realidade, com a multiplicação dos deserdados pela globalização, é apoiar a população mais vulnerável da região central da Cidade de São Paulo.
O Centro Scalabriano de Promoção do Migrante, CESPROM, foi Condecorado com o Certificado de Honra ao Mérito na área de Capacitação Profissional & Promoção do Ser Humano em 2004, outorgado pela Câmara Municipal de São Paulo, e Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U.
Representa a cidade de São Paulo.

Ivete Belfort

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Cidadania.

Fundadora da Sociedade de Apoio a Paz em 2000, e atual Presidente.
Administradora de Empresas, pela EASP-FGV, de São Paulo, iniciou as atividades de Administradora Social em 2003 quando fundou a Sociedade de Apoio a Paz.
A Sociedade de Apoio à Paz é uma entidade sem fins lucrativos gerida por  aproximadamente 200 voluntários, que realiza no Brasil atividades relacionadas à cultura de paz e à melhoria da qualidade de vida. Sua realização de maior sucesso é o programa de TV “Palavras de Paz”, no ar desde 2003, e veiculado em mais de 200 cidades brasileiras por cerca de 80 emissoras de TV a cabo e UHF. Criado originalmente pela Fundação “Words of Peace Global”, sediada  na Holanda, o programa pode ser visto  nos 5 continentes, em mais de 40 países ao redor do mundo, e no Brasil, é legendado e distribuído pela Sociedade de Apoio à Paz.
 A Sociedade de Apoio à Paz participou por três anos seguidos, a partir de 2009,  da “Mostra FIESP/CIESP de Responsabilidade Socioambiental”.
Em maio de 2011, promoveu o “Dia da Paz” com manifestações artísticas na Casa das Rosas. Em setembro de 2012 participou do “Festival Mundial da Paz” promovido pela UNIPAZ no Parque do Ibirapuera. Em 2013, esteve no “Fórum de Sustentabilidade e Cultura da Paz”, na Câmara Municipal de São Paulo, e no encontro “Expandindo a Paz no Cotidiano” no Memorial da América Latina realizado pelo Movimento Paulistanos pela Paz. A Sociedade é responsável pela vinda de palestrantes internacionais, incluindo a realização de eventos com Prem Rawat, Embaixador da Paz em 2011, 2012 e 2013.

Desde 2009. em parceria com a “The Prem Rawat Foundation”, sediada em Malibu,  Califórnia, nos Estados Unidos, realiza o “Programa de Educação para a Paz, PEP”, que conta com o apoio da Secretaria de Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, da Fundação de Apoio ao Preso, FUNAP (Fundação de Amparo ao Preso), da Prefeitura da Cidade de São Paulo e diversas entidades. Graças a Fundação e aos voluntários, o Programa de Educação para Paz é feito gratuitamente desde 2009 em Presídios Femininos, Centros de Integração e Cidadania, Centros de Reabilitação,  UNIPAZ, UMAPAZ, e diversas entidades
Representa a cidade de São Paulo.

Lia Diskin

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Cultura de Paz.

É co-fundadora da Associação Palas Athena, Centro de Estudos Filosóficos e Editora.
Formada em Jornalismo, com especialização em Crítica Literária, pelo Instituto Superior de Periodismo José Hernandez, de Buenos Aires.
Realizou estudos sobre Upanixades na Vedanta Society em Uttar Pradesh, Índia.
Especializou-se nos filósofos Nagarjuna e Kamala Shila no Centre for Tibetan Studies da Library of Tibetan Works and Archives em Dharamsala, Índia.
Palestrante internacional, participou da Mesa Redonda comemorativa do Dia Internacional da Não-Violência em 2 de outubro de 2007 na sede da Organização das Nações Unidas.
Conselheira do Sarvodaya International Trust e membro do Conselho de Administração desde Janeiro de 2012.
Consultora para a instalação de Conselhos Parlamentares de Cultura de Paz em várias cidades e municípios, no Brasil e no exterior.
Membro da World Wildlife Fund (Fundo Mundial para a Natureza) - Projetos Internacionais para a Preservação da Natureza e das Religiões.
Criadora do Projeto Gandhi e a Não-Violência, realizado junto à Polícia Militar do Estado de São Paulo, com a participação de 82.600 efetivos, no ano de 1998.
Criadora e coordenadora do projeto Não-Violência e Segurança Pública, junto à Academia de Polícia Civil do Estado de São Paulo, com a participação de 36.000 efetivos, iniciado em maio de 1999.
Coordenadora do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz 2000 - 2010, bem como sua continuação, o Comitê de Cultura de Paz, a partir de 2011, um programa da UNESCO.
Orientadora dos programas destinados a professores da rede pública de ensino “Valores que não têm preço”, “Gandhi e a não-violência”, e “A Paz em Ação”, que já treinaram mais de 40.000 professores no Brasil.
Criadora e conselheira de inúmeros programas nacionais de Paz, entre os quais se destacam: Ribeirão pela Paz – Construindo Comunidades Colaborativas, A Paz Pede Parceiros, Porta Aberta, Comitê Paulista pela Década da Cultura de Paz e Conselhos Parlamentares pela Cultura de Paz.
Criadora e facilitadora dos programas educativos: Ética como Arte da Convivência, O Sagrado entre a História e a Fé, Novas Tecnologias de Convivência. Em graduações (CEPEUSP) e pós-graduações (FMU, Gama Filho, UNINOVE).
Tradutora e editora de mais de 40 livros, entre eles: Minha Vida e minhas experiências com a Verdade, de Mahatma Gandhi; O Poder do Mito, de Joseph Campbell e Bill Moyers. O Princípio da Não Violência, de Jean-Marie Muller; O Poder da Parceria, de Riane Eisler; A história de Irena Sendler – a mãe das crianças do holocausto, de Anna Mieszkowksa.
Vencedora do Prêmio Internacional da Jamnalal Bajaj Foundation na Índia, pela difusão de valores gandhianos fora do país em 2010.
Vencedora do Prêmio Transformadores da revista TRIP em 2010.
Recebeu da Universidade Livre do Meio Ambiente e Cultura de Paz o título honorário de Amiga da UMAPAZ por sua valiosa contribuição em prol das ações da instituição, em 25 de janeiro de 2008.
Foi indicada pelo Prêmio “Mulheres mais influentes do Brasil” como uma das três mulheres que mais se destacaram no setor da Educação em 2007.
Condecorada com a Medalha de Mérito Educativo pelo  Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo por relevantes serviços prestados à Educação em setembro de 2007.
Recebeu da UNESCO o Diploma de Reconhecimento por sua contribuição na área de Direitos Humanos e Cultura de Paz durante as comemorações dos 60 anos da UNESCO, em 2006.
Vencedora do Prêmio Construtora da Paz da BPW-SP,  Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de São Paulo, filiada à International Federation of Business Women, em novembro de 2006.
Recebeu da UNIFESP – Escola Paulista de Medicina homenagem e reconhecimento pela extraordinária participação na realização do Seminário “Compaixão e sabedoria, a construção da saúde pessoal e coletiva”, com a presença de Sua Santidade o Dalai Lama, em 2006.
Condecorada  com a “Medalha Dom Helder Câmara aos que Promovem a Paz”, pelo Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde, em 2005.
Em nome do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz recebeu o VIII Prêmio Santo Dias de Direitos Humanos concedido pela Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de São Paulo, em 10 de dezembro de 2004.
Recebeu a Medalha da Associação Cultural Internacional Gibran (ACIGI) por "Acrescentar ao Progresso do Ocidente a Sabedoria do Oriente", 1986.
Representa a cidade de São Paulo.

Lúcia Maria Teixeira

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Educação.

Presidente da Universidade Santa Cecília, UNISANTA,  em Santos, desde 1996.
Presidente do Sistema Santa Cecília de  Comunicação, Rádio e TV Educativas que desenvolvem programas de interesse público.
Fundadora do Centro de Estudos PAGU  UNISANTA, em Santos.
Suas pesquisas sobre o Ensino Superior embasaram o Plano Nacional de Educação e foram incorporadas como metas a serem alcançadas pelo Brasil.
Delegada Regional do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo, SEMESP.
Mestre e doutora em Psicologia da Educação e também autora  da trilogia “Pagu – Livre na Imaginação, no Espaço e no Tempo”, “Croquis de Pagu” e “VIVA PAGU – Foto-biografia de Patrícia Galvão”, além de “Autoridade do Professor – Meta, Mito ou Nada Disso”, “Fruto Proibido – Um olhar sobre a mulher” e “A Claridade da Noite – O aluno do ensino superior noturno”,  entre outros. Seus livros infantis “Tudo é Possível – Incrível Viagem no Tempo” (este sendo produzido internacionalmente em animação 3D), e “O Segredo da Longa Vida” (o primeiro infantil brasileiro traduzido para o japonês), adotados por escolas do Brasil e do Japão, disseminam o inovador Programa “Nossa Terra, Nossa Gente”.
Recebeu o Prêmio Jorge Amado, do 28º Festival Internacional de Cinema da Bahia, por sua obra (livros e filme) sobre Pagu, tema no qual é referência no País e no exterior.
Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Da Cidade de Santos, na área de Educação, Edição Dia Internacional Da Mulher 2014, outorgado pela Coordenadoria de Políticas para a Mulher da Secretaria de Defesa da Cidadania de Santos, Comissão Permanente da Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Santos e Comissão da Mulher Brasil-Itália da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U.
Representa a cidade de Santos.

Mirian Tozzi Bernardino

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria de Preservação do Legado Histórico.

Neta do fundador da cidade de Águas de Lindóia, Dr. Francisco António Tozzi.
Presidente da Associação Cultural Arte das Águas.
Professora,  pedagoga e historiadora aposentada do Estado de São Paulo.
Idealizadora do acervo Dr. Francisco Antônio Tozzi, que atrai muitos jornalistas e estudantes, seu acervo é composto de objetos e documentos que chegam a 100 anos , como cartas, documentos e jornais.
Co-fundadora,  juntamente com o seu neto, Caio Tozzi,  do Museu Virtual “Dr. Tozzi”, lançado em 2014.
Autora do livro “Cidade das Águas Azuis”.
Participa ativamente de entrevistas em jornais, sites e revistas, em épocas de comemorações históricas, divulgando e preservando a rica história e memória de seu avô.
Cultiva e participa ativamente até hoje das tradições  da época em que seu avô fundou a cidade, como a Festa da Padroeira entre outros eventos tradicionais, preservando o legado histórico para as futuras gerações.
Representa a cidade de Águas de Lindoia.

Oriana Jara Maculet

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria de Ativismo Social.

Fundadora, e atual Presidente da Ong  Presença da América Latina, PAL, criada em 2004.
Imigrante chilena radicada em São Paulo.  Graduada em Biblioteconomia pela Universidad do Chile, em 1972.  Socióloga com Licenciatura pelo Instituto Latinoamericano de Doctrina  y Estudios Sociales. de Santiago, do Chile, em 1975. Mestre em Sociología de la Educación, pela Universidad Francisco Marroquin, da Guatemala, em 1979, e em   Psicologia Social, pela  Escola Pichon Rivière, de  Buenos Aires. Argentina em 1990.

Co-autora, juntamente  com Verónica Aravena,  do projeto “Chilena Tú eres parte: no te quedes aparte”,  projeto aprovado e concursado pelo Departamento de Chilenos no Exterior,  Ministério de Relações Exteriores  do Chile.

Diretora responsável do Projeto Memoria Social, Mulher Latina você  é parte: não fique aparte, em  parceria com Museu da Pessoa conta com  publicações da serie Memoria Social: Chilena tú eres parte (2010) , Uruguaya tú eres parte (2011) Colombiana tú eres parte (2012).    Em preparação: a Memória Social Argentina tú eres parte, a ser publicada em novembro 2014.
Membro fundador do Espaço sem fronteiras, ESF, entidade articuladora de imigrantes no âmbito da UNASUL.
Membro e articuladora do Dialogo de Alto Nível  sobre Migrações para apresentar propostas na Organização das Nações Unidas, em parceria com CDHIC e outras organizações.
Membro Titular da Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania, representando o  Comitê de Enfrentamento a Trafico de Pessoas,   e o Conselho Estadual  pela Erradicação do Trabalho Escravo, COETRAE.
Integrou a  Divisão de Politicas Publicas do Centro Brasileiro de Estudos para América Latina (CBEAL) da Fundação Memorial da América Latina (FMAL) período  2012-2013.
Conselheira do Conselho de Desenvolvimento Local da FECOMERCIO SP.        
Artista plástica.  Membro da  Academia Brasileira de Arte, Cultura e Historia, ABACH, desde 1997,  e da Academia Latino Americana de Arte, de Montevidéu, desde 1998.
Conferencista e palestrante com foco em  mulheres e igualdade de gênero, organiza seminários, workshop  e atividades de capacitação e empoderamento das comunidades de imigrantes hispano latinos de São Paulo.
Membro do Movimento Paulistanos pela Paz,  da Câmara Municipal de São Paulo, coordena  atividades  referentes  às  comunidades estrangeiras e pelo respeito e valorização da diversidade, em parceria com as comunidades  judias, ciganas e outras. Tem trabalhado ativamente com projetos da comunidade negra, especialmente com recorte de gênero  e na defesa dos Direitos Humanos, trabalho  que tem sido reconhecido pelo Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado de São Paulo em premiação  Láurea de Reconhecimento,  de agosto de 2013.
Representa a cidade de São Paulo.

Paula Mantovani

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria de Empreendedorismo Sustentável.

Empresária. Fundadora  do Villa Di Mantova Resort – Benessere & Eventi.
Publicitária, Graduada pela Escola Superior de Propaganda & Marketing.
Idealizadora do “Tributo Maria Sklodowska-Curie Esteve Aqui”, em homenagem à visita histórica da cientista polonesa às Thermas de Lindoia, evento realizado em 2011, durante as Comemorações do Centenário do Prêmio Nobel de Química concedido para Maria Sklodowska-Curie em 1911; com exposição fotográfica sobre a vida e a obra da cientista polonesa realizada no Villa Di Mantova Resort – Benessere & Eventi, em parceria com o Consulado Geral da República da Polônia em São Paulo, Prefeitura Municipal de Águas de Lindoia, Balneário Municipal de Águas de Lindoia e Núcleo de Cinema Ambiental da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH~U.
Representa a cidade de Águas de Lindoia.

Rosane Fagotti Voss

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria de Incentivo à Leitura.

Bibliotecária, graduada pela Universidade Estadual de Londrina. Atualmente Diretora de Cultura da Secretaria Municipal de Cultura de Garça.                                                                                                   
Diretora da Biblioteca de São Paulo, localizada na Capital.
Diretora da Biblioteca Pública de Garça/SP, por 28 anos, onde implantou projetos de incentivo à leitura premiados pela Secretaria de Estado da Cultura do governo de São Paulo.  Em 2007, Rosane recebeu o prêmio de Biblioteconomia Paulista “Laura Russo”, com o tema “Inovação e Criatividade em Serviços Bibliotecários”.
Idealizadora do Sistema de Biblioteca Escolar e Escolar-comunitária, implantado na Secretaria Municipal de Educação de Garça, em 2008, Rosane foi contemplada com o VIII prêmio de Biblioteconomia Paulista “Laura Russo”.
Além de sua atuação como bibliotecária, há 18 anos Rosane participa do Grupo Pirlimpimpim - Contadores de Histórias, que leva a um grande público — infantil e adulto — o universo lúdico das histórias, contos e lendas.   
Representa a cidade de Garça.

Rosilma Menezes Roldan

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria de Empoderamento da Juventude.

Criadora, Implantadora e Coordenadora do Projeto Ensino do Direito para Crianças, durante 5 (cinco) anos (2008/2012), em rede de escolas privadas, em todas as suas unidades, como disciplina curricular, no Ensino Fundamental II, abrangendo vários municípios da Baixada Santista, do Interior do Estado de São Paulo e a Capital, com envolvimento de uma equipe de 7 professores e cerca de mais de 10 mil alunos, que resultou na obra, em 6 volumes, “Curso de Direito para Crianças, Adolescentes e Jovens”, já publicada pela Saraiva, em formato digital .
Professora de Curso de Formação Continuada em Direito e em Educação para Professores de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II, Ensino Médio e Superior.
Palestrante nas áreas do Direito e da Educação.
Criadora do Fórum dos Jovens Pensadores, ativo desde julho de 2012, com cerca de 1.200 membros.
Criadora, produtora, diretora e apresentadora de programa de TV em que os jovens possam expor suas ideias, mostrar seu talento e seus sonhos, não importando se são famosos ou anônimos, na TVCOM-Santos, chamado Programa Jovens Pensadores, no ar desde maio de 2013 (sábados, às 15 h).
Licenciatura Plena em Letras, UNISANTOS, professora de Português, Francês e Latim.
Bacharel em Direito, UNISANTOS, Advogada.
Pós Graduação em Direito Penal (Especialização) e em Direito Público (Especialização), pela Escola Superior do Ministério Público do Estado de São Paulo
Pós Graduação em Psicopedagogia (Especialização), em Educação Especial e Inclusiva (Especialização), em Língua Portuguesa (Especialização) e em Ludopedagogia (Especialização) pela Universidade Santa Cecília.
Pós Graduação (Especialização) em Ética, Valores e Cidadania pela USP.
Pós Graduanda em Gestão Escolar no Ensino Básico, em Gestão Escolar no Ensino à Distância, em Supervisão Escolar e em Neurociência Clínica.
Sonho: levar o ensino do Direito para todas as crianças, adolescentes e jovens do Brasil, a exemplo dos países mais desenvolvidos do mundo, como os EUA, Canadá e Japão, contribuindo para a formação de novas lideranças independentes e criativas, aperfeiçoando a qualificação da Nação Brasileira.
Vencedora  do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher da Cidade de Santos, na área de Cidadania & Cultura de Paz, Edição Dia Internacional Da Mulher 2014, outorgado pela Coordenadoria de Políticas para a Mulher da Secretaria de Defesa da Cidadania de Santos, Comissão Permanente da Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Santos e Comissão da Mulher Brasil-Itália da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U
Representa a cidade de Santos.

Samanta Holtz

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria de Escritora Humanitária.

Nascida no Dia Mundial do Livro, a publicitária e escritora Samanta Holtz parecia destinada a trilhar o caminho da literatura. Aprendeu a ler sozinha aos cinco anos, tamanha era a vontade de entender as histórias que sua mãe lia para ela nos gibis. Aos oito anos, não contente em apenas lê-las, começou a criar suas próprias histórias em quadrinhos, alimentando o sonho de um dia trabalhar nos Estúdios Maurício de Souza. A paixão por contar histórias expandiu-se à criação de poesias, contos, textos e, aos nove anos de idade, rendeu-lhe um prêmio de redação em um concurso realizado em sua cidade, Porto Feliz, interior de São Paulo.
Começou a escrever romances aos 14 anos e, aos 26, no ano de 2012, veio a primeira publicação: o romance histórico “O Pássaro”, premiado no “Destaques Literários” por votação do público e do júri técnico. No ano seguinte, publicou “Quero ser Beth Levitt”, que teve a primeira edição esgotada em apenas três meses. E, em agosto de 2014, será lançado na Bienal do Livro de São Paulo “Renascer de um Outono”, o primeiro romance que escreveu, na adolescência.
Conhecida por escrever histórias que arrancam lágrimas e suspiros dos leitores, Samanta empenha-se em espalhar o amor à literatura não somente na participação em eventos literários como na constante presença em escolas, onde realiza palestras a alunos incentivando-os não somente a mergulharem no mundo da leitura, mas também a buscarem seus sonhos e acreditarem que são possíveis.
Madrinha Oficial do Projeto Cartas Para Inês de Castro, do Programa de Incentivo à Leitura “Nas Ondas Da Leitura” da Organização Neo Humanitarismo Universalista, ONH-U. 
Representa a cidade de Porto Feliz.

Thais Matarazzo

Vencedora do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria de Difusão do Legado Histórico.

Jornalista, escritora, palestrante e pesquisadora cultural.
Colunista do Jornal Movimento e Mundo Lusíada Online. Integra a equipe do programa Solo Tango, da Rádio Trianon 740 AM/SP, comandado por Walter Manna.
Coordena o Departamento Cultural do Clube Português de São Paulo.
Desenvolve extensas pesquisas sobre a história do rádio e da música popular brasileira.
Autora dos livros: Irene Coelho, uma brasileira de coração português (2011), A Música Popular no Rádio Paulista, 1928- 1960 (2013), A Dinastia do Rádio (2013) - parceria com Valdir Comegno,
Fado no Brasil: Artistas & Memórias (2013) - lançado em Portugal, "Artistas Negros da Música Popular e do Rádio" (2014) e "A Rapaziada do Brás: seus Artistas, Memórias e Canções".
Representa a cidade de São Paulo.


Nicola Margiotta Junior

Vencedor do Prêmio Anita Garibaldi Em Defesa Dos Direitos Da Mulher Do Estado De São Paulo na Categoria Personalidade Masculina em Defesa dos Direitos da Mulher.

Advogado.
Pós-graduado em Direito Eleitoral pela Escola Judiciaria Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo
Pós graduado em Direito Administrativo pela Pontifícia  Universidade Católica.
Atualmente Chefe do Departamento de Cidadania de Santos/SP,  departamento este responsável pelas Coordenadorias da Mulher, da Juventude,, da Igualdade Racial, dos Direitos da Pessoa com Deficiência, dos Idosos e a Coordenadoria de Assistência Judiciaria.
Vice Presidente do Conselho Municipal da Juventude de Santos.
Conselheiro  do Conselho Municipal da Criança e Adolescente de Santos.
Conselheiro  do Conselho Municipal de Politica sobre Drogas.
Conselheiro do Conselho Municipal de Esportes.
Conselheiro do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
Coordenador da Comissão Municipal de Diversidade Sexual.
Membro da Comissão Municipal da Paz.
Vice Presidente da Corregedoria dos Conselhos Tutelares de Santos.
Responsável pelos Projetos Cidade Cidadã, Empresa Cidadã e Sala da Cidadania da Prefeitura Municipal de Santos.
Atuou como Responsável técnico social no Projeto Socioambiental da Serra do Mar.
Instrutor no Curso de Habitação de Interesse Social na Universidade Secovi/SP.
Advogado  voluntário no Instituto Semente Preciosa. Representa a cidade de Santos.

#TheWorldNeedsMore #HumanitarianHeroes  Make a difference!